Design e Arquitetura: Os desafios da profissão e estratégias

Os alunos dos cursos de Design e Arquitetura da faculdade Uniessa começaram o primeiro semestre letivo de 2019, nesta segunda-feira (11), conferindo uma palestra com profissionais jovens, que se destacam hoje no mercado de Design e Arquitetura de Uberlândia e região. A convite das professoras Rafaela Nunes e Angélica Tavares, os palestrantes apresentaram os desafios do início da profissão e as estratégias adotadas para se consolidarem no mercado. Além disso, cada um mostrou sua vertente de trabalho e o nicho onde atua.

O designer, João Paulo Garcia, apresentou seu trabalho e o desenvolvimento de sua marca, evidenciando como o design pode transitar entre diferentes áreas e a integração e articulação com diversos campos como a comunicação, publicidade, arquitetura, cenografia e fotografia.

O estúdio Nada Igual Design, representado por dois de seus fundadores, Tayana Borges e Guilherme Furtado, também trouxe uma amostra de seus trabalhos e discutiu sobre a importância do empreendedorismo e da busca constante por conhecimento, não só através da prática, mas de muito estudo. Os trabalhos do NID evidenciam as maneiras de como o design pode se consolidar na prática, mantendo a assinatura de quem cria, mas deixando evidente a identidade de seus clientes. Além disso, os profissionais reforçaram a importância de uma metodologia projetual para efetivar tanto o processo criativo, quanto o andamento de uma obra.

A arquiteta e urbanista, Camila Castro, contribui com dicas diretas sobre como gerenciar um escritório, a realidade do dia-a-dia em obras e o trato com clientes e prestadores de serviço. Em um diálogo aberto, a arquiteta esclareceu aspectos práticos sobre a elaboração de contratos e como cobrar pelos serviços que desenvolve. Destacou ainda a importância de se estabelecer parcerias com colegas, pontuando aspectos de ética profissional, bem como a importância da bagagem teórica, que não deve se concentrar apenas na fase de graduação, mas se fazer presente durante toda a trajetória dos profissionais a fim de despertar a consciência crítica.

Ao final das palestras foi formada uma mesa redonda onde palestrantes e espectadores puderam discutir e enriquecer o debate sobre a profissão de design e arquitetura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *